19 agosto 2019

A melhor imagem se origina da palavra escrita.



Talvez os inimigos do obscurantismo que reinou livre e sem oposição durante todo um período da 
nossa história através de vídeos colocados no YouTube, Facebook, Watts-App e outros aplicativos periféricos só nos últimos dois anos têm sido combatido exatamente nas mesmas mídias.
Por muito tempo, estas mentes obscurantistas, simplesmente usaram e abusaram de notícias mentirosas (que é o verdadeiro nome para a palavra “fake News”), tornando estas mídias visuais um verdadeiro esgoto.
.
Exatamente por estas mídias serem dominadas por mentiras e serem um verdadeiro esgoto putrefato a céu aberto, a imensa maioria dos setores de esquerda, modernamente chamados de setores progressistas, se negavam a utilizar estas ferramentas para não serem confundidos como mentirosos, pois numa negação extremamente tosca culpavam a mídia pela má mensagem que ela propagava e não culpava quem produzia todo este esgoto.
.
Com os processos políticos de Trump, do Brexit e no Brasil de Bolsonaro, foi quase uma surpresa para produtores de conteúdos escritos de esquerda, que ficaram isolados numa bolha de quem tem o hábito de ler artigos de jornais ou revistas, continuaram em suas bolhas que ampliadas por produções coletivas como o próprio GGN e outros (Fórum, DCM e centenas de blogs), porque tinham medo de perder o protagonismo e o controle na divulgação de seus pontos de vista melhores estruturados e mais bem embasados sujeitos a críticas de pessoas mais intelectualizadas.
.
Como os divulgadores de opiniões e fatos mais com um viés racional, se deram conta que por mais bem estruturados e mais bem elaborados viram que a sua ação racional estava simplesmente sendo vencida pelos produtores de esgoto da extrema-direita, passou-se a uma reação de diversos produtores de conteúdo dos setores, que chamaremos genericamente de progressistas, nas mídias visuais.
.
Porém esta produção de conteúdo progressista, começou na maioria dos casos, exceto honrosas exceções, num primarismo de mesma característica dos produtores de notícias mentirosas sem utilizar o mais importante que exatamente as mentes progressistas possuem, a capacidade de roteirizar e colocar de forma lógica assuntos que darão combate as produções de esgoto da extrema-direita.
.
Chamo atenção para esta última frase, pois os produtores de conteúdo progressista têm que entender que a linguagem em termos de imagem do esgoto das mídias visuais, não precisam ser necessariamente copiadas por alguém que domina a palavra escrita.
.
O que estou dizendo com o parágrafo anterior, estou dizendo que assim como os roteiristas norte-americanos do tempo do Macartismo, Hollywood utilizou de forma velada e até ilegal para as repressão da época, os antigos roteiristas de esquerda que eram proibidos de trabalhar na indústria cinematográfica daquele país, e no momento que diminuíram estes roteiristas e as imposições ideológicas ficaram mais efetivas, simplesmente o mercado internacional começou a balançar na direção de produções europeias que não tinham estas restrições.
.
Coloquei a indústria cinematográfica em evidência, pois é a prova que mesmo em produções visuais é necessário o que abunda no setor progressista e é um deserto na extrema-direita, a capacidade de roteirizar e criar textos com cuidado e recursos visuais que se transladado a imagem, produzida profissionalmente ganhará uma batalha que é impossível dos setores progressistas perderem, a batalha da inteligência aliada com a verdade e com a qualidade gráfica.
.
Vamos dar mais um exemplo clássico da inteligência de esquerda vencendo um mar de ignorância através da capacidade de roteirizar produções visuais. O grande cineasta de esquerda japonês Akira Kurosawa, simplesmente com seu filme Os sete samurais, que foi inspiração ou mesmo cópia deslavada de produtores ocidentais, marcou não só pelo enredo desenvolvido, mas também pelas tomadas que foram anteriormente cuidadosamente detalhadas e desenhadas pelo grande Kurosawa. 
Ou seja, quando o filme começou a ser rodado, assim como outras obras deste gênio da cinematografia, nada era ao acaso, não era uma ideia na cabeça e uma câmera na mão, era toda a estrutura detalhada para se transformar em imagem.
.
Talvez somente o cinema nazista de extrema-direita conseguiu criar obras impactantes nas mão de Leni Riefenstahl com um orçamento e apoio do governo nazista, conseguiu no seus filmes como o Triunfo da Vontade conseguiu criar um documentário de propaganda com qualidade artística, porém mesmo o filme de Leni poderia ser adaptado para qualquer político de qualquer tendência, ou seja, sua estática era o que importava não o conteúdo.
.
Coloquei toda esta explicação sobre cinema simplesmente para chamar atenção que a batalha não está perdida, por um simples motivo, para evoluirmos em termos de ocupação do espaço nas chamadas redes sociais e principalmente nas redes sociais com imagem, as pessoas mais a esquerda tem uma vantagem que dificilmente será ultrapassada pela extrema-direita, a capacidade de estruturar roteiros de pequenos vídeos com começo, meio e fim e além disto, roteiros falando a verdade.
.
Parece pretensão da esquerda, porém se abandonarmos os esquemas batidos pela própria extrema-direita de ir a frente de uma câmera e ficarmos uma cansativa hora despejando conteúdo sem a mínima estruturação clara, só opinião, o jogo se torna um jogo de bolhas, é necessário a produção clara de conteúdo, até utilizando recursos gráficos mais atraentes que mostre um raciocínio linear, baseado em conceitos, conclamando as pessoas pesquisarem na própria Internet atrás de documentos oficiais e credíveis para dar consistência à apresentação. Ou seja, fazer como os mestres do cinema, do Kurosawa retirar a improvisação nas imagens, e de qualquer bom produtor de propagandas ter mais cuidado na estética de apresentação do conteúdo.
.
Vamos a luta (quem tem capacidade para isto) pois a melhor imagem  depende da capacidade de escrever o conteúdo.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor manter linguagem adequada, críticas são aceitas, porém palavras chulas farão que se delete o comentário.

Pequenas recomendações sobre a educação nas redes sociais.

No século passado, antes da existência das chamadas redes sociais, as pessoas eram muito mais sociabilizadas do que atualmente, a impess...